Que venha uma revolução na educação!

A vida não é linear, é orgânica. Nós a criamos simbioticamente na medida em que exploramos nossos talentos em relação às circunstâncias que nos ajudam nessa exploração.

Nosso modelo de educação tornou-se obcecado por um modelo linear de vida: irei a faculdade, estudarei bastante, encontrarei um bom emprego, continuarei me aperfeiçoando em “minha área profissional” e se fizer tudo certo, estarei garantido pelo resto de minha vida.

A comunidade humana depende de uma diversidade de talentos não de uma única concepção de desenvolvimento profissional. O modelo de formação que adotamos hoje tem um caráter de “fast food” em resposta a modelo baseado na linearidade, da produção em massa, industrial.

Assim, não precisamos de um evolução em nosso sistema educativo, pois estaríamos apenas reforçando um modelo inadequado. Precisamos de uma revolução!

Uma mudança de paradigma no sentido da personalização dos currículos de acordo com os indivíduos em formação, com suporte de professores criativos, livres e altamente motivados. É preciso criarmos as condições necessárias para que voltemos a aprender por prazer e assim darmos chances aos nossos verdadeiros potenciais profissionais e humanos.

Conheço muitas pessoas talentosíssimas que vivem esperando pelo final de semana. Isso não é mais tolerável em um mundo de crescente complexidade, carente de todo o potencial humano disponível.

Veja a excelente fala – Sir Ken Robinson, via TED – que inspirou  este post (em inglês):

Sobre SeiZo

Administrador, comunicador, educador, artista visual e escritor SeiZo Soares 43, Administrador de empresas (FGV-SP), especialista em gestão educacional, mestre em Educação (PUC-Campinas), docente no ensino superior nas áreas de marketing, comunicação e educação. Escritor especializado em roteirização audiovisual para organizações, ghost writing e presença online. Artista com obras publicadas em música, literatura, fotografia e escultura – esta última com exposições internacionais realizadas, e marca própria no segmento de design e arte joalheria contemporânea (Joya Barcelona 2013 e 2014; Beijing International Art Jewelry Exhibition 2013).
Esta entrada foi publicada em Ambiente de mercado, Educação com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a Que venha uma revolução na educação!

  1. Caro Prof. SeiZo,

    Achei muito oportuna sua mensagem. Sempre achei que deveria ser desta forma.

    Abraços,

    Celso Pedroso

  2. SeiZo diz:

    Que bom ouvir isso de você! Obrigado pela visita. Abraço.
    SeiZo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s