Marketing astronômico?

Lua e Vênus

Eclipse de Vênus sob a lua.
Casa Da Mata, set/13

126 partilhas, 25 Gostos e 2 comentários. No facebook, das 18:30 do dia 8 as 10:15 do dia 9 e contando…
Foi o melhor resultado em termos de interação que obtive até agora.

O procedimento
As 18:15 do dia 8, vi a foto da cena publicada no facebook. Uma foto feita com celular ou câmera simples. Como eu cultivo o gosto pela astronomia e pelos acontecimentos astronômicos, saquei que era alguma coisa importante. Corri e peguei a LUMIX FZ20, velha de guerra. Confiável e parruda essa câmera tem uma lente telescópica que chega ao 400mm.
Armei o tripé, instalei o equipamento e cliquei com diferentes exposições (0 a +2 de compensação).
As 18:30 publiquei a foto na fan page da Casa Da Mata, minha Casa, meu ateliê e micro restaurante. Não houve pagamento para impulsionar.

A Casa Da Mata é uma marca que venho construindo há um ano para ser a identidade de um local para o encontro entre gastronomia saudável, natureza e artes. A marca existe a partir da visão da mata Santa Genebra, em Campinas, e enfatiza o trabalho e a vida criativa e a realização pessoal. Visite e fique fã!

Dividido entre observar extasiado o céu e acompanhar o feed de notícias, eu tirei algumas conclusões, meio filosóficas, meio práticas, meio úteis:

1. Partilhar ou curtir não é uma escolha de grau, tampouco cumulativa. É uma escolha resultante da atribuição de valores de naturezas bastante distintas. Ou seja, o número de partilhas não é necessariamente proporcional ao número de curtidas. Parecem ser excludentes as ações.
2. Quem partilha um conteúdo apropria-se dele pessoalmente, quem curti um conteúdo, não.
3. Quem partilha um conteúdo recolhe sente como se recolhesse para si os méritos daquele conteúdo, quando os membros de sua própria rede passam a interagir com ele.
4. Registrar e publicar acontecimentos “ao vivo” é eficiente do ponto de vista da interatividade pois se aproxima da natureza do meio – o “feed” de notícias.
5. Partilhar imagens de acontecimentos que já estão sendo vistos por todos no mundo real tem o poder de congregação e estimula o sentimento de coletividade.
6. …Ao mesmo tempo tem o poder de levar a pessoa para fora de casa (transmídia)
7. Os astros têm nos unido enquanto espécie há milênios. Será que a astronomia pode ocupar um novo lugar na mídia digital interativa?

Estar atento aos acontecimentos celestes pode ser uma estratégia de conteúdo muito interessante, desde que sua marca cultive valores correspondentes.

Sobre SeiZo

Administrador, comunicador, educador, artista visual e escritor SeiZo Soares 43, Administrador de empresas (FGV-SP), especialista em gestão educacional, mestre em Educação (PUC-Campinas), docente no ensino superior nas áreas de marketing, comunicação e educação. Escritor especializado em roteirização audiovisual para organizações, ghost writing e presença online. Artista com obras publicadas em música, literatura, fotografia e escultura – esta última com exposições internacionais realizadas, e marca própria no segmento de design e arte joalheria contemporânea (Joya Barcelona 2013 e 2014; Beijing International Art Jewelry Exhibition 2013).
Esta entrada foi publicada em Ambiente de mercado, Comportamento, Gestão e criação de conteúdo com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s